Energia

BYD dobrará produção de painéis solares no Brasil

A fabricante chinesa de baterias e veículos elétricos BYD Company Ltd (HKG: 1211) planeja dobrar a produção de painéis solares no Brasil a partir de 1 de fevereiro de 2020.

A decisão é baseada no otimismo da empresa em relação ao mercado local, combinado com a queda nos custos de componentes, disse à Reuters nesta quinta-feira o diretor de marketing e sustentabilidade da BYD no Brasil, Adalberto Maluf.

A BYD espera que as fábricas brasileiras de painéis solares atinjam uma participação de 35% no mercado doméstico este ano, contra 20% em 2019. A empresa compete no mercado local de equipamentos fotovoltaicos desde 2017 com sua fábrica em Campinas.

O executivo não mencionou números, mas afirmou que a nova meta de produção será possível principalmente pela expansão de equipes, sem grandes investimentos em produção, apontou a Reuters.

Em dezembro, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) zerou os impostos de importação de células solares, enquanto o Comitê de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que introduz incentivos para a compra de equipamentos de energia renovável em fazendas.

Voltar ao Topo