Empregos

BRF do Brasil reabrirá fábrica de Carambeí em setembro

BRF do Brasil reabrirá fábrica de Carambeí em setembro

A processadora brasileira de alimentos BRF SA anunciou que irá reabrir uma fábrica na cidade de Carambeí, no sul do país, em setembro, já que o melhor ambiente operacional reforçou as perspectivas e o balanço da companhia.

Com exceção de Carambeí, que exporta principalmente frango para os mercados do Oriente Médio, todas as unidades da BRF no Brasil têm operado normalmente, disse o presidente-executivo Lorival Luz em uma teleconferência para discutir os resultados do segundo trimestre. Como parte de uma reorganização iniciada em 2018, a BRF fez ajustes de produção em sete usinas, de acordo com sua demonstração de resultados.

BRF SA

BRF S.A. é uma das maiores companhias de alimentos do mundo, com mais de 30 marcas em seu portfólio, entre elas, Sadia, Perdigão, Qualy. Seus produtos são comercializados em mais de 150 países, nos cinco continentes. Mais de 100 mil funcionários trabalham na companhia, que mantém mais de 50 fábricas em oito países: Argentina, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Holanda, Malásia, Reino Unido, Tailândia e Turquia.

Em 2016, a empresa comercializou mais de 4 milhões de toneladas de alimentos e realizou mais de 600 mil entregas mensais. Em todo o mundo, a companhia atende mais de 240 mil clientes e alimenta milhares de famílias. Mais de 13 mil produtores integrados trabalham diariamente no campo para fornecer a base dos alimentos produzidos pela companhia: aves e suínos.

Vale lembrar que a BRF é fruto da fusão entre Sadia e Perdigão, duas das principais empresas de alimentos do Brasil. A operação foi anunciada em 2009 e concluída em 12 de junho de 2013 após aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Concluído o processo, Sadia e Perdigão encerraram as atividades como empresas e tornaram-se marcas do portfólio da BRF.

Voltar ao Topo