Energia

Brasil vai cortar participação na Eletrobras de 61% para 45% na privatização

O governo brasileiro vai cortar sua participação na empresa de energia Centrais Eletricas Brasileiras SA, ou Eletrobras, dos atuais 61% em um processo de privatização planejado para 45%, disse um alto funcionário do Ministério da Energia à Reuters em Quarta-feira.

O secretário de Energia do ministério, Rodrigo Limp, disse que o governo espera que sua participação na Eletrobras dobre de valor para 60 bilhões de reais (US $ 11 bilhões) com o aumento do preço das ações que espera a privatização.

O presidente Jair Bolsonaro entregou um projeto de lei ao Congresso na terça-feira que vai acelerar a alienação da maior empresa de serviços públicos do Brasil.

Voltar ao Topo