Petróleo

Brasil está mais perto de encerrar leilões de biocombustíveis

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou na semana passada uma proposta para substituir os leilões públicos de biodiesel do país por um sistema que facilita a compra direta do biocombustível.

O governo planeja ter um novo modelo em funcionamento até 1º de janeiro de 2022, a fim de cumprir a resolução 14/2020 do Conselho Nacional de Políticas Energéticas (CNPE). O Brasil ainda realizará as licitações regulares até que o novo sistema esteja online.

Entre as mudanças que vêm com o novo sistema, está a introdução de uma regra sob a qual cada rodada de negociação terá uma meta mínima de volume de biocombustível de 80% do volume vendido nos dois meses anteriores.

Segundo a ANP, o novo modelo oferece maior previsibilidade e flexibilidade para lidar com desequilíbrios na oferta e demanda de biodiesel, ao mesmo tempo em que reduz os custos regulatórios do país.

Voltar ao Topo