Energia

Brasil permite 141 MW de renováveis ​​para emissão de debêntures

O Ministério de Minas e Energia do Brasil autorizou cinco projetos de energia renovável com uma capacidade combinada de 140,8 MW para emissão de debêntures de infraestrutura.

Com as autorizações, os esquemas passaram a ter o status de projetos prioritários necessários para acelerar sua implementação, segundo os decretos da entidade reguladora nacional do setor elétrico, a Aneel.

Mais detalhes sobre os projetos estão disponíveis na tabela abaixo.

Projeto Tipo Capacidade Estado
Buriti Pequenas hidrelétricas 10 MW Mato Grosso
Sobrado I Solar 30 MW Bahia
Vila Rio Grande do Norte I Vento 25,2 MW Rio Grande do Norte
Vila Rio Grande do Norte II 37,8 MW
Vila Sergipe I

O Buriti é o único dos cinco já em operação. O projeto fotovoltaico (solar) Sobrado I está programado para iniciar as operações em junho de 2019, enquanto os parques eólicos deverão iniciar o fornecimento de energia em julho de 2020, detalhando a Aneel em seus documentos.

Voltar ao Topo