Energia

Brasil fecha 1º acordo do programa solar amazônico

O governo brasileiro assinou o primeiro Termo de Compromisso do programa Mais Luz para a Amazônia (MLA), voltado para o fornecimento de energia solar a famílias da região amazônica.

Esse contrato inicial, que diz respeito a áreas no estado do Pará, foi firmado com a concessionária local Equatorial Para Distribuidora de Energia SA (BVMF: EQPA5). Estima-se que cerca de 10.593 famílias serão beneficiadas pelo programa no período 2020-2022. 

Inicialmente, a reserva extrativista RENASCER será uma das primeiras localidades do Pará a ser contemplada pelo programa, beneficiando 205 famílias até o final de 2020.

Além do Pará, mais oito estados compõem a região da Amazônia Legal – Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Rondônia, Tocantins e Maranhão.

Lançado oficialmente em fevereiro, o programa MLA tem como meta fornecer energia solar a 70.000 famílias em áreas remotas da Amazônia Legal. A distribuidora brasileira de energia Centrais Eletricas Brasileiras SA (BVMF: ELET3), ou Eletrobras, lidera a iniciativa.

Voltar ao Topo