Economia

Brasil faz revisão para cima nas estimativas de inflação do governo

O governo brasileiro revisou para cima sua estimativa de inflação para este ano e o próximo, destacando uma das principais preocupações atuais dos agentes econômicos, que são as pressões persistentes sobre os preços e os impactos em seus planos de capex. 

O governo agora prevê que a inflação termine este ano em 7,90%, acima da estimativa anterior de 6,55%, enquanto para 2023 ele vê inflação em 3,6%, acima dos 3,25% projetados anteriormente, segundo a secretaria de política econômica, da qual faz parte do ministério da economia.

Os principais impulsionadores da inflação no momento são os preços dos setores de alimentos, combustíveis e serviços, segundo o governo. 

A inflação persistente também sugere que a taxa básica de juros Selic do país, atualmente em 12,75%, deve permanecer em patamar elevado por um período prolongado, o que resultará em maiores custos de financiamento para as empresas. 

Por conta da inflação, as empresas do setor de infraestrutura estão tentando renegociar contratos e preços com fornecedores. 

“A empresa vem buscando mudanças nos contratos, principalmente reajustes nos formatos e fornecimentos de insumos para mitigar essas pressões de custo”, disse João Francisco Bittencourt Junior, presidente da construtora local Copa Construção, ao BNamericas.

No entanto, algumas áreas do setor de infraestrutura, como rodovias, enfrentaram aumentos de preços de matérias-primas que superam em muito a inflação, o que pode ter efeitos mais drásticos. 

“O aumento acentuado e extraordinário dos preços pode inviabilizar algumas licitações [de rodovias], pois os valores dos insumos incluídos nos estudos originais para concessões rapidamente se tornaram desatualizados”, disse Marco Aurélio Barcelos, presidente da associação brasileira de concessionárias de rodovias ABCR, à BNamericas.

Barcelos diz que o preço do cimento asfáltico de petróleo, usado na fabricação do asfalto, saltou 80% nos últimos 18 meses, enquanto a inflação pelo IPCA oficial foi de apenas 16%.

No setor de mineração, as empresas com projetos em andamento e planos de capex aprovados também estão analisando atentamente os aumentos de preços. 

“A inflação global atual está bem documentada; no entanto, a empresa tem uma cultura incorporada de otimização contínua e melhoria de negócios em toda a organização como parte de um plano para compensar esses efeitos”, a mineradora Horizonte Minerals, que iniciou nesta semana a construção de uma mina de ferroníquel no norte do Pará, disse em nota. 

“Este trabalho foi projetado para permitir a otimização precoce do processo de engenharia e a identificação de iniciativas de redução de custos, um processo crítico no atual macroambiente, e que rendeu resultados positivos até o momento”, acrescentou.

Voltar ao Topo