Notícias

Brasil e China estreitam laços de investimentos em infraestrutura

Brasil e China estreitam laços de investimentos em infraestrutura

Durante o evento feito pela embaixada chinesa no Brasil ocorreu uma reunião entre , o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o embaixador Yang Wanming  na qual trataram sobre investidores e empresários, o estreitamento deste laço poderá aumentar setor de infraestrutura.

No evento estiveram presentes a Secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias (SFPP), Natália Marcassa, e o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, na qual responderam às perguntas dos participantes interessados em informações sobre a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), a dragagem do Porto de Santos e a EF-170, conhecida como Ferrogrão.

De acordo com o ministro de infraestrutura, “É necessário tornar o ambiente de negócios mais amigável. Então, nós temos reformas importantes em curso, do ponto de vista da economia, da criação e estabelecimento de empresas, da redução de burocracia e de deficiênciasO que nós queremos é criar um ambiente favorável para que o investidor possa trazer recursos em moeda estrangeira, adquirir o fluxo de caixa do projeto em Reais e não ter o valor destruído pelos efeitos colaterais da insolvência”.

Breve o Vice-Presidente Hamilton Mourão irá para a China estabelecer algumas parcerias entre os dois países. Sobre as privatizações, Tarciso de Freitas disse que “vamos transferir para a iniciativa privada 36 aeroportos. Com o que vamos licitar em rodovias, podemos chegar aos 18 mil km. E vamos botar aí mais três, quatro mil quilômetros de ferrovias. Estamos falando de uma revolução em termos de infraestrutura no Brasil. Nós estamos promovendo uma grande transformação em quatro anos. E isso é possível, porque nós fizemos 23 leilões de concessão nos cem primeiros dias de governo.”.

Voltar ao Topo