Petróleo

Brasil considera subsídios aos combustíveis à medida que os preços globais do petróleo disparam

O governo do Brasil está considerando implementar um novo programa de subsídios a diesel e gasolina, já que os preços globais do petróleo subiram após a invasão da Ucrânia pela Rússia, informou o jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira, dizendo que poderia ser anunciado essa semana.

O petróleo Brent subiu para quase US$ 130 o barril na segunda-feira, o maior valor desde 2008, quando os Estados Unidos e aliados europeus consideraram uma proibição de importação de petróleo russo, enquanto as perspectivas de um retorno do petróleo iraniano ao mercado global diminuíram.

O Ministério da Economia do Brasil não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O jornal disse que detalhes sobre o programa de subsídios serão discutidos na terça-feira em uma reunião entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o chefe de gabinete presidencial Ciro Nogueira e o presidente-executivo da Petrobras, Joaquim Silva e Luna.

O governo está avaliando estabelecer um preço fixo para gasolina e diesel e subsidiar a diferença entre os preços domésticos e globais do petróleo, disse O Estado de S. Paulo.

De acordo com o relatório, os dividendos da estatal petrolífera Petrobras poderiam ser usados ​​para financiar a medida.

Voltar ao Topo