Energia

Brasil adiciona 215 MW de usinas solares da Enel ao programa REIDI

O Brasil permitiu que 215 MW de projetos solares de propriedade da italiana Enel Green Power SpA (BIT: EGPW) entrassem no Regime Nacional de Incentivo ao Desenvolvimento de Infraestrutura (REIDI).

O custo total dessas cinco instalações de energia fotovoltaica (PV) é estimado em cerca de BRL 653,2 milhões (US $ 141,7 milhões / EUR 126,2 milhões).

As usinas solares UFV São Gonçalo 14, 15, 17, 19 e 10, a serem implantadas na cidade de São Gonçalo do Gurgueia, Piauí, terão capacidade de 43,03 MW e capacidade para 24 unidades geradoras. O custo por projeto após o REIDI é calculado em aproximadamente BRL 130,64 milhões.

De acordo com a Aneel, reguladora do setor de energia, todos os projetos têm o mesmo período de execução, iniciando em setembro de 2020 e finalizando em agosto de 2021.

O REIDI, lançado em 2007, concede incentivos fiscais para empresas que investem em projetos de infraestrutura nos setores de transporte, energia, saneamento e irrigação.

Voltar ao Topo