Offshore

BP volta atrás na aquisição de $ 3,2 bilhões no Brasil

A BP Plc está desligando duas descobertas brasileiras em águas profundas que comprou em 2011 como parte de uma aquisição de US $ 3,2 bilhões do portfólio de exploração da Devon Energy Corp. na maior nação da América Latina. A Petro Rio SA vai comprar as participações da BP nas descobertas de Wahoo e Itaipu na segunda maior bacia de petróleo do país por US $ 100 milhões, mais US $ 40 milhões quando Itaipu chegar ao primeiro petróleo, disse quinta-feira em um arquivamento. O acordo sinaliza que as fusões e aquisições estão aumentando em uma das principais regiões de produção offshore do mundo, apesar do impacto que a Covid-19 teve nas perspectivas para os preços do petróleo. O Petro Rio subiu até 23% em São Paulo, o maior valor intradiário desde abril. A BP caiu 3,3% em Londres.

Para a BP, é uma pílula difícil de engolir. Wahoo e Itaipu foram os principais ativos do portfólio da Devon Brasil, que foi anunciado em 2010 e aprovado em 2011 quando os preços do petróleo estavam em alta e as descobertas de elefantes do Brasil na chamada região do pré-sal criaram um frenesi de interesse na área de exploração. A empresa com sede em Londres nunca colocou os campos em produção comercial, apesar de um programa de perfuração que encontrou petróleo. A BP também sofreu um grande revés na exploração da região do pré-sal no Brasil no ano passado.

Voltar ao Topo