Notícias

BP relata queda de 10% nas emissões globais em 2020

As emissões de gases de efeito estufa da BP Plc caíram 10%, para cerca de 374 milhões de toneladas de dióxido de carbono equivalente em 2020, de seus campos de petróleo para os escapes dos carros de seus clientes, disse o órgão na segunda-feira.

A BP inclui as emissões da combustão de seus produtos quando seus clientes, por exemplo, motoristas, os usam – também conhecido como emissões de Escopo 3 – mas exclui gases de derivados de petróleo que a BP vende a clientes, mas que comprou de outros produtores. 

Em contraste, a rival da BP, a Royal Dutch Shell, emitiu 1,38 bilhão de toneladas de gases que aquecem o planeta a partir da queima de combustíveis que ela mesma produz, além dos derivados de petróleo que vende, mas que são produzidos por outras empresas.

A BP opera cerca de 20.000 postos de combustível no varejo e suas vendas de combustível refinado caíram mais de 11%, para 5,3 milhões de barris por dia no ano passado, à medida que a pandemia de coronavírus diminuiu a demanda. A Shell possui 46.000 postos de varejo de combustível, o maior portfólio do mundo.

As grandes petrolíferas europeias estão planejando abandonar o petróleo e gás por energia de baixo carbono, comércio de energia e varejo, a fim de reduzir as emissões de gases de efeito estufa a zero líquido em meados do século, incluindo o uso de compensações para emissões residuais.

Voltar ao Topo