Energia

BP se junta a consórcio que busca energia eólica na Noruega

bp

A petroleira britânica BP (BP.L) se juntará às norueguesas Statkraft e Aker Offshore Wind para licitar licenças para construir projetos de energia eólica offshore na Noruega, disseram as empresas na segunda-feira.

O consórcio em que cada parceiro terá 33,3% de participação planeja licitar projetos de energia eólica offshore na área de licenciamento de Soerlige Nordsjoe II no sul do Mar do Norte, uma das duas áreas abertas na Noruega.

A área é adequada para uma plataforma de energia eólica fixada no fundo e fica na fronteira marítima com a Dinamarca, oferecendo potencial para exportar eletricidade para os mercados vizinhos.

O consórcio também planeja explorar oportunidades de fornecer energia renovável para eletrificar instalações offshore de petróleo e gás, acrescentaram.

“Nossa parceria com a Aker e a BP criará um valor significativo e contribuirá para a transição energética da Europa”, disse o presidente-executivo da Statkraft, Christian Rynning-Toennesen, em um comunicado.

A Statkraft esteve anteriormente envolvida no desenvolvimento de parques eólicos offshore na Grã-Bretanha, mas saiu do negócio há vários anos alegando altos custos.

A energia eólica offshore começou a parecer mais economicamente viável, com os custos caindo mais rápido do que o esperado e à medida que a UE introduz metas mais ambiciosas para reduzir as emissões de dióxido de carbono, acrescentou.

A Aker Offshore Wind é controlada pela norueguesa Aker ASA , um grupo que também controla a empresa petrolífera independente norueguesa Aker BP , onde a BP tem uma participação de 30%.

O governo da Noruega disse na semana passada os projetos eólicos offshore na área de Soerlige Nordsjoe II terão que ser desenvolvidos sem subsídios.

Os planos atraíram muito interesse de empresas de energia norueguesas e estrangeiras , incluindo Equinor  e Danish Orsted.

Voltar ao Topo