Economia

Bolsonaro amplia incentivos fiscais para indústrias de mão de obra intensiva

Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro aprovou um projeto de lei que estende a isenção do imposto sobre a folha de pagamento a 17 setores da economia em uma tentativa de impulsionar a geração de empregos, segundo decisão publicada no Diário Oficial na noite desta sexta-feira.

A isenção foi estendida por mais dois anos, até o final de 2023, e beneficia frigoríficos, construção civil e indústria têxtil, entre outros.

“Com a medida, as empresas podem optar por não pagar a contribuição previdenciária apurada na folha de pagamento e continuar a contribuir com base na receita bruta. Assim, as empresas têm um incentivo maior para contratar pessoal”, segundo nota da assessoria da presidente .

O governo agora precisa encontrar fontes de receita tributária para compensar o déficit.

As alternativas incluem a extensão da sobretaxa do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) até 2023 e a manutenção de um nível elevado da chamada CSLL cobrada dos bancos.

Voltar ao Topo