Benefícios

Quais os benefícios que os inscritos do CadÚnico podem usufruir?

CadÚnico

O Cadastro Único – CadÚnico é uma ferramenta amplamente utilizada pelo governo brasileiro a fim de estudar e entender, de uma forma mais profunda, como é a situação das famílias de baixa renda, bem como oferecer a esse grupo benefícios sociais que podem melhorar a sua qualidade de vida.

Esse cadastro é pouco conhecido dentre as famílias de classe média, porém é interessante saber que o governo do Brasil possui um banco de dados com as informações necessárias para conceder às famílias alguns benefícios sociais a fim de reduzir as diferenças na sociedade.

Pensando nisso, hoje iremos explicar melhor sobre o funcionamento do Cadastro Único e como você pode se inscrever.

Como é o funcionamento do Cadastro Único?

De início, devemos ressaltar que o CadÚnico se trata da reunião de informações que servem para o governo federal, ou seja, é um banco de dados do Estado brasileiro com informações importantes sobre determinadas famílias que preenchem os requisitos estabelecidos.

Sempre que alguma família precisa se incluir em programas assistenciais ofertados pelo governo, e então buscam o acesso ao CadÚnico (a exemplo principalmente do Bolsa Família), esse cadastro é consultado. Caso a pessoa não esteja registrada, é feito um cadastro dos dados, claro que se a pessoa atender aos requisitos.

As pessoas que querem ter os seus dados inclusos nesse cadastro do governo, o órgão responsável vai solicitar as suas informações como interessado na inclusão, e então você será informado sobre se atende ou não aos dados específicos requisitados para a inclusão do cadastro.

As famílias que possuem uma baixa renda, sendo que o ganho é de até meio salário mínimo por pessoa, ou em outro caso se for de até 3 salários mínimos de renda total por mês pode ser incluídas no Cadastro Único, afinal este é o requisito principal.

Ao solicitar essa inclusão no cadastro, cada membro da unidade familiar receberá perguntas pessoais, que devem ser respondidas de maneira verdadeira, acerca da escolaridade, renda pessoal ou da família como um todo, quais as características principais de onde vive e outras coisas também relevantes para constatar a baixa renda.

Quais os benefícios desses inscritos no CadÚnico?

Primeiramente, citaremos o benefício mais conhecido que é o Bolsa Família, mas logo após vem o Minha Casa Minha Vida, que auxilia essas famílias a possuírem a sua casa própria. Porém, apesar de sua grande popularidades, não são apenas esses os programas ofertados pelo Governo Federal.

O Governo também disponibiliza a esses inscritos a utilização de programas como o bolsa verde (que tem como premissa o apoio a conservação ambiental), o programa de erradicação do trabalho infantil, o programa de fomente às atividades produtivas rurais, as cisternas, o telefone popular e muitos outros.

Como outros exemplos, não tão conhecidos, podemos citar: a carta social, o pro-jovem adolescente, a carteira do idoso, a aposentadoria para pessoas de baixa renda, a tarifa social de energia elétrica, o passe livre para pessoas com deficiência, a isenção de taxas em provas e concursos públicos no Brasil e outros.

Como fazer a inscrição no CadÚnico?

Caso a sua família atenda aos requisitos expostos pelo governo para a inserção no CadÚnico, porém ainda sem o devido cadastro, é possível requerer a inclusão dos dados e fazer a solicitação de algum dos benefícios que mencionamos.

Para obter essa inclusão de dados, você precisará se deslocar até o CRAS, que é o Centro de Referência de Assistência Social, que está localizado na sua cidade. Lá você pode se informar sobre onde fazer ou eles mesmos podem realizar no seu cadastro.

Após realizar o devido cadastro, você precisará manter todas as informações atualizadas, ao procurar o CRAS.

Voltar ao Topo