Energia

BEI apoia energias renováveis ​​de pequena escala no Brasil, e irá criar cerca de 700 empregos locais

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concordou em fornecer 100 milhões de euros (111,4 milhões de dólares) ao banco de desenvolvimento estatal brasileiro Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para facilitar o financiamento de energia renovável e projetos de eficiência energética no estado de Minas Gerais.

O pote apoiado pela UE deve cobrir até 75% dos custos finais de investimento de projetos favoráveis ​​ao clima empreendidos por municípios e empresas privadas. As pequenas empresas também se qualificam para solicitar empréstimos do BEI, disse o credor da UE.

O financiamento apoiará a implantação local de energias renováveis, incluindo fazendas solares fotovoltaicas (PV) e usinas hidrelétricas a fio d’água (UHE), e parte do financiamento será direcionada a várias iniciativas de eficiência energética.

Espera-se que a implementação desses projetos crie cerca de 700 empregos locais nos próximos quatro anos, segundo o BEI.

Voltar ao Topo