Economia

Banco Inter lança oferta de ações de US$ 1 bilhão

Banco Inter

O credor digital brasileiro Banco Inter SA BIDI11.SA lançou uma oferta de ações na terça-feira para levantar até 5,5 bilhões de reais (US $ 1,09 bilhão), de acordo com um arquivo de títulos.

O preço por unit, compreendendo uma ação ordinária e duas ações preferenciais, foi fixado em 57,84 reais, informou. A empresa determinará o volume final da oferta em 24 de junho.

No início de maio, o Banco Inter anunciou que entraria com uma oferta de ações na qual a empresa de pagamentos StoneCo Ltd STNE.O compraria uma participação de até 4,99% no credor, limitada a 2,5 bilhões de reais. nL2N2NB0VS

($ 1 = 5,0598 reais)

O Banco Inter

A financeira Intermedium CFI foi fundada em 1994, na cidade de Belo Horizonte por membros da família Menin proprietária do grupo MRV Engenharia. O propósito inicial era fomentar operações de Crédito Imobiliário, entretanto, a empresa acabou se consolidando nos mercados de Crédito Consignado e Middle Market.

Em 2007 houve a reabertura das operações de crédito imobiliário, sendo o refinanciamento imobiliário o principal produto dessa carteira. O ano de 2008 ficou marcado pelo recebimento de carta patente do Banco Central com autorização para operar como banco múltiplo.

No final de 2014, o Banco Inter lançou a Conta Digital, uma conta-corrente totalmente gratuita, que pode ser acessada por computadores e celulares e permite depósitos, transferências, pagamento de boletos, saques em qualquer caixa Banco 24 Horas, entre outros serviços. Em abril de 2016, assim que a resolução nº 4.480 do Banco Central do Brasil passou a vigorar, a abertura de novas contas digitais foi facilitada.

Em 2016, o banco registrou um lucro líquido de R$ 25,5 milhões, com expansão de 10,3% da carteira de crédito para R$ 2,3 bilhões de reais, dentre os quais 52,5% correspondem ao crédito imobiliário. Já a captação de recursos avançou 32,5% e somou R$ 2,7 bilhões em dezembro de 2016. Neste ano, o Banco ficou em 14º lugar do ranking GPTW (Melhores Empresas para se Trabalhar) na categoria 250 a 999 funcionários em Minas Gerais.

Em 8 de junho de 2017, o banco promoveu uma renovação em sua marca. De Intermedium, passou a se chamar Banco Inter. No primeiro semestre de 2017, o Banco Inter contava com 184,7 mil correntistas digitais, crescimento de 804% em relação ao 1º semestre de 2016, com o número de transações realizadas crescendo 29 vezes no mesmo período. O lucro líquido atingiu R$ 22,1 milhões no período, aumento anual de 83,6%.

No dia 30 de abril de 2018, o Banco Inter anuncia a abertura de capital na B3, com suas ações precificadas a R$ 18,50,tendo conseguido R$ 721 milhões. Nos primeiros cinco dias de seu IPO, chegou a custar R$ 21,50, porém estabilizou em R$ 18,95. O banco chegou a bolsa valendo aproximadamente R$ 1,9 bilhão, chegando a R$ 8,5 bilhões em julho de 2019.

Em uma oferta secundária de ações em julho de 2019, o banco levantou 1,3 bilhões de reais. Desses, 380 milhões de reais foram para acionistas preferenciais, e, do restante, 90% foi para o SoftBank, que passou a deter 10% do capital do banco.

Em agosto de 2019, o Banco Inter atualizou seu aplicativo para smartphones com uma nova ferramenta que permite que clientes possam ter cashback fazendo compras em diversas lojas. A instituição financeira também anunciou uma parceria a provedora de seguros MetLife, que passou a oferecer planos odontológicos em seu aplicativo para Android e iOS. A solução é 100% digital.

Voltar ao Topo