Benefícios

Auxilio Brasil: governo avalia aumento temporário do programa social

O Ministério da Economia do Brasil está avaliando um aumento temporário do programa de assistência social do governo Auxilio Brasil para ajudar as pessoas a lidar com os impactos econômicos decorrentes da invasão da Ucrânia pela Rússia, disseram duas autoridades à Reuters nesta segunda-feira.

O programa social, que paga parcelas mensais de cerca de 400 reais (US$ 78,09) para cerca de 18 milhões de famílias, seria ajustado temporariamente se o conflito persistir e o aumento dos preços do petróleo continuar atiçando a inflação, disseram as fontes.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro enfrenta uma batalha difícil pela reeleição nas eleições presidenciais deste ano, com os eleitores preocupados com o aumento dos preços e uma economia fraca.

O plano é atualmente visto como um backup, disseram as fontes, e ainda não foi formalmente desenhado, sem valor definido para um eventual aumento.

A autorização desse benefício adicional dependeria de o Brasil declarar estado de emergência pública para viabilizar os gastos, disse uma fonte.

A invasão da Ucrânia pela Rússia, que Moscou chama de “operação especial”, levou a aumentos acentuados nos preços dos combustíveis que estão alimentando a inflação de dois dígitos, além de causar dores de cabeça no fornecimento de fertilizantes para o Brasil, um importante fornecedor global de alimentos.

Voltar ao Topo