Energia

As energias renováveis ​​respondem por mais de 58% das novas adições de energia do Brasil em 2021

O Brasil já vendeu 4.882,88 MW de novas usinas desde o início do ano, das quais 47,69% são eólicas e 10,90% solares.

A meta anual de 4.790,4 MW foi alcançada com mais de três meses de antecedência, anunciou o regulador do setor de energia, Aneel, nesta quarta-feira.

Apenas em setembro, o país conectou 1.798 MW de nova capacidade, a maior quantidade adicionada à rede elétrica do país desde dezembro de 2018.

Segundo dados da fiscalização do setor elétrico, a energia eólica hoje representa 10,85% da capacidade instalada total do país, enquanto a solar responde por 2,13%. As grandes hidrelétricas (UHE), as pequenas hidrelétricas (PCHs) e as mini-hidrelétricas (CGH) têm participações de 56,98%, 3,06% e 0,46% da capacidade instalada total, respectivamente.

O Brasil encerrou setembro com 179.223,1 MW de potência autorizada. A agência espera colocar em operação mais de 1.000 MW de energia solar, cerca de 800 MW de energia eólica e quase 600 MW de outras usinas renováveis ​​até o final de 2021.

Voltar ao Topo