Economia

Argentina toma medidas ativas para aumentar as exportações para o Brasil

O embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, embarcou em missão comercial visando ampliar o número de produtos a serem exportados para aquele país. Para isso, serão realizadas mais de 600 reuniões de negócios, segundo o diário de Buenos Aires Ámbito.

 Entre os itens que a Scioli busca vender estão alfajores, laticínios, massas, produtos de panificação, orgânicos e óleos. Serão promovidos 664 encontros entre 22 empresas argentinas e 60 empresas brasileiras para reduzir custos logísticos e alcançar outros benefícios mútuos, como redes de supermercados.

Empresários argentinos de Buenos Aires, Córdoba, Mendoza, Corrientes, Santa Fé, Catamarca, Tucumán e da Cidade Autônoma de Buenos Aires (CABA) viajarão a Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba para fortalecer “a articulação nos setores de alimentos, energia e fertilizantes ”, foi relatado.

A delegação inclui empresas como Adecoagro, Agrícola Magdalena, Alfajores Norteños SA, Alimentos Granix, Cicarela SRL, Complejo Alimenticio San Salvador SA, Complejo Industrial Alimentary SA, Cooperativa Exportadora Citrícola de Corrientes, Vegetalex e Hausbrot, entre outras.

Segundo Ámbito, a Scioli assinou acordos com diferentes estatais para incluí-las no programa de redução de custos logísticos, que visa aumentar a competitividade num contexto de aumento global dos preços de transporte através de descontos em terminais de contentores e outras regalias.

Scioli também estaria intermediando a construção de um gasoduto que poderia ligar Vaca Muerta ao Brasil.

“Não estamos esperando que eles venham comprar de nós, vamos sair para vender”, destacou Scioli.

Voltar ao Topo