Empregos

Aprovado financiamento de 326,3 milhões para construção de três navios petroleiros

O Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM) aprovou o valor de R$ 848,1 milhões para novos financiamentos de projetos da indústria naval. Do total, R$ 481,1 milhões serão destinados à construção de 166 embarcações de navegação interior.
Para a construção de três navios petroleiros Suezmax, foram aprovados R$ 326,3 milhões (suplementação). Outros R$ 40,7 milhões restantes foram destinados a uma embarcação porta-contêiner (manutenção e reparo) e para a alteração de projeto de duas embarcações de apoio offshore (em alto mar).
A verba foi aprovada na última reunião do Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante, na última terça-feira (15), no Ministério dos Transportes. O prazo para a reapresentação de projetos poderá ser feito em até 120 dias. Nos próximos dias, será publicada resolução do Conselho no Diário Oficial da União com os projetos que obtiveram prioridade para a contratação de financiamento.
Após a publicação, as empresas poderão contratar os financiamentos junto aos agentes financeiros do Fundo: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Brasil (BB), Caixa Econômica Federal (CEF), Banco do Nordeste (BNB) ou Banco da Amazônia (Basa).
O Fundo da Marinha Mercante financia até 90% do valor dos projetos ou até 100% para projetos de transporte fluvial de passageiros. A definição do percentual de financiamento depende do conteúdo nacional de cada projeto e do tipo da embarcação.
Desde 2011, o Fundo da Marinha Mercante desembolsou R$ 20,68 bilhões no fomento ao transporte aquaviário e à indústria naval brasileira. O Fundo tem contribuído para a renovação e o crescimento da frota de embarcações mercante do País, o fortalecimento da indústria naval, o aumento do transporte por hidrovias, cabotagem e apoio marítimo à exploração de petróleo e gás brasileira.
Voltar ao Topo