Economia

Aposentados do INSS ganham aumento maior que o esperado; veja

Neste ano, os pensionistas e aposentados do Instituto Nacional do Serviço Social (INSS) ganharam um ajuste nos benefícios do INSS. O valor é maior que o esperado, isso por conta do aumento no salário mínimo.

Ajuste nos benefícios do INSS ganham valor maior que o esperado

Na terça-feira (31), o governo definiu que o salário mínimo este ano ficará em R$1.039. O valor estabelecido ficou dentro da medida provisória que já havia assinado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Veja também: 

Veja quanto ficará seu salário após o novo desconto do INSS 

Valor de Contribuição do INSS 2020: Nova Tabela Atualizada

Calendário do INSS 2020 já começa a valer em janeiro

Com isso, os aposentados e pensionistas já receberão o salário deste mês de janeiro com o reajuste. Antes, 70% destes segurados recebiam R$998, são cerca de 4,1% de ajuste nos benefícios do INSS para 2020.

Essa é a primeira vez que o salário mínimo passa os mil reais. O mínimo serve de referência para mais de 49 milhões de pessoas no país, conforme as informações fornecidas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Apesar disso, o piso ficou um real abaixo do proposto em abril pelo governo e oito reais acima do aprovado no orçamento deste ano.

Os segurados que recebem benefício com valor acima deste, terão esse percentual de reajuste calculado com base no acumulado do ano, que é calculado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Esse número só irá ser divulgado no começo do ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no dia 10 de janeiro de 2020.

O aumento também irá trazer mudanças no teto previdenciário, que é valor máximo que um benefício pode chegar no Instituto, esse aumento deverá elevar o teto para acima de R$6 mil.

O aumento irá beneficiar cerca de 11,7 milhões de segurados que recebem o salário mínimo do órgão.

Neste ano de 2020, é a primeira vez em que o piso nacional não teve  um aumento real, desde a criação do Plano Real, que surgiu no ano de 1994.

No ano de 2019, o Ministro da Economia do governo, Paulo Guedes, declarou que os reajustes do salário mínimo serão definidos ano a ano.

Antes, o reajuste era determino pelos governos de forma plurianuais, para o piso nacional e para os servidores públicos. O governo de Jair Bolsonaro irá realizar o reajuste tendo como base o desempenho da economia do país naquele ano.

Voltar ao Topo