Economia

Analistas de ações rebaixam as ações da Petrobras no Brasil após mudança de CEO

Os analistas da XP Inc XP.O, do Banco Bradesco SA BBDC4.SA e do Banco BTG Pactual BPAC3.SA rebaixaram as ações da estatal brasileira de petróleo Petrobras depois que ela anunciou uma mudança de CEO.

Em notas a clientes enviadas no domingo, a XP rebaixou as ações para vender, o Bradesco para baixo desempenho e o BTG Pactual, para neutro.

Analistas do XP disseram que investir na Petrobras não é mais defensável após a decisão repentina do presidente Jair Bolsonaro de substituir o CEO Roberto Castello Branco. “Existem riscos para a independência da empresa e capacidade de continuar a precificar o seu combustível à paridade internacional”.

Bolsonaro primeiro anunciou a nomeação do ex-general Joaquim Silva e Luna para substituir o atual Branco para dirigir a Petróleo Brasileiro SA, como a empresa é formalmente conhecida, nas redes sociais após o fechamento do mercado na sexta-feira.

Analistas do BTG Pactual afirmam que as premissas anteriores de criação de valor, como a paridade do preço internacional do combustível e a venda de 50% de suas refinarias, estão em risco. “Com (…) a decisão do acionista controlador de solicitar a substituição do CEO, não temos mais a confiança de que esses pilares se manterão”.

Voltar ao Topo