Energia

AIE espera maior queda de todos os tempos em investimentos em energia

A pandemia de Covid-19 desencadeou a maior queda no investimento global em energia na história.

Isso é de acordo com a Agência Internacional de Energia (AIE), que destacou que os gastos deverão “afundar” em todos os principais setores este ano, incluindo combustíveis fósseis e renováveis.

Prevê-se agora que o investimento global em energia caia 20%, ou quase US $ 400 bilhões, em comparação com o ano passado, destacou a AIE. No início de 2020, o investimento estava a caminho de um crescimento de cerca de dois por cento, segundo a AIE, que observou que esse seria o maior aumento anual de gastos em seis anos.

O investimento global em petróleo e gás deverá diminuir em quase um terço em 2020 e prevê-se que o investimento em xisto caia 50% neste ano.

Se o investimento permanecer nos níveis de 2020 nos mercados de petróleo, reduziria o nível de fornecimento anteriormente esperado em 2025 em quase nove milhões de barris por dia, destacou a AIE. A organização disse que isso criaria um risco claro de mercados mais restritos se a demanda começar a voltar à trajetória pré-crise.

“A queda histórica no investimento global em energia é profundamente preocupante por muitas razões”, disse Fatih Birol, diretor executivo da AIE, em comunicado da organização.

“Isso significa perda de empregos e oportunidades econômicas hoje, bem como perda de suprimento de energia que poderemos precisar amanhã quando a economia se recuperar”, acrescentou.

“A desaceleração nos gastos com as principais tecnologias de energia limpa também corre o risco de prejudicar a tão necessária transição para sistemas de energia mais resilientes e sustentáveis”, continuou Birol.

Em 28 de maio, houve 5,59 milhões de casos confirmados de Covid-19 em todo o mundo, com 353.334 mortes, de acordo com os últimos dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). As Américas registraram os casos mais confirmados em 2,55 milhões, em 28 de maio, segundo dados da OMS.

Voltar ao Topo