Economia

Acaba de ser liberado o abono do PIS no valor de até R$ 1.039; veja como sacar

PIS/Pasep: abono de até R$ 1.039 começa a ser pago nesta segunda. Trabalhadores que nasceram em janeiro ou fevereiro e aqueles com final de inscrição 5 poderão receber

O governo federal libera, a partir da noite desta segunda-feira (13/01/2020), nova etapa do abono salarial para clientes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil (BB). Trabalhadores que não são correntistas nem poupadores receberão o abono a partir desta quinta-feira (16/01/2020).

Os valores variam de R$ 87 a R$ 1.039, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano-base, que é 2018.

O teto do abono aumentou junto ao piso nacional, estabelecido em medida provisória (MP) assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 31 de dezembro.

O PIS, destinado a trabalhadores da iniciativa privada, considera agora os nascidos em janeiro e fevereiro. O Pasep, para servidores públicos, abrange os cadastros com dígito final 5.

Veja Também – PIS/Pasep: veja se você tem direito a sacar o abono salarial

PIS
O abono salarial do PIS é pago pela Caixa Econômica Federal. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa ou pelo Atendimento ao Cidadão: 0800 726 0207.

São mais de 3,6 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro, totalizando R$ 2,6 bilhões em recursos injetados na economia.

A Caixa estima que vai disponibilizar cerca de R$ 16,5 bilhões para mais de 21,6 milhões de beneficiários até o fim do calendário.

Nascidos entre julho e dezembro já tiveram a liberação do pagamento.

Confira todas as datas:

Pasep
O Banco do Brasil, responsável pelo pagamento do abono do Pasep, identificou cerca de 293 mil trabalhadores em Brasília com final de inscrição cinco. Serão destinados R$ 276 milhões para essa faixa.

Para os correntistas e poupadores do BB, o crédito em conta será realizado na noite desta segunda-feira (13/01/2020) para 131 mil trabalhadores, totalizando, aproximadamente, R$ 124 milhões.

Voltar ao Topo