Empregos

A Equinor adia US $ 6 bilhões em partida de campo de petróleo no Reino Unido

Equinor está com novas vagas de trabalho embarcado no Rio de Janeiro

Da Noruega Equinor está empurrando para trás o start-up de um grande campo de óleo pesado no mar do Reino Unido para o segundo semestre deste ano, a fim de verificar todos os acoplamentos eléctricos na plataforma, de acordo com o chefe de grandes projectos para o gigante de petróleo e gás norueguesa .  

A entrada em operação do campo de petróleo Mariner – um dos maiores desenvolvimentos na Plataforma Continental do Reino Unido (UKCS) nos últimos anos, que custou US $ 5,9 bilhões (4,5 bilhões de libras esterlinas) – já foi adiada várias vezes.  

O desenvolvimento do campo Mariner contribuirá com mais de 300 milhões de barris de petróleo com uma produção média de cerca de 55.000 barris por dia, de acordo com a Equinor, que espera que a Mariner forneça um fluxo de caixa de longo prazo em 30 anos. O site da Equinor diz que a produção deve começar no primeiro semestre de 2019.

No entanto, o vice-presidente da Equinor para projetos importantes, Morten Ruth, disse à Reuters na quarta-feira que a meta para o primeiro semestre de 2019 não seria cumprida porque a Equinor decidiu inspecionar todos os 40.000 acoplamentos elétricos na plataforma, após testes anteriores mostrarem uma taxa de falha “muito alta”. nos acoplamentos. A Equinor tinha 56 por cento do trabalho na plataforma Mariner concluída a partir desta semana.

Segundo Ruth, os acoplamentos elétricos podem levar a uma explosão se o gás chegar à plataforma.

“Nós vemos a startup se aproximando. Vemos que poderemos concluir todos os preparativos antes de julho, mas há incertezas ”, disse Ruth à Reuters.

O gerente espera a entrada da Mariner entre julho e início de setembro.

Este não é o primeiro atraso do arranque da Mariner. Em outubro do ano passado, a Equinor disse que “as condições climáticas desafiadoras” impediriam que o campo entrasse no quarto trimestre de 2018 e empurrou a data de início para 2019.

A Equinor é a operadora do campo Mariner com uma participação de 65,11%, com os co-empreendedores JX Nippon com 20%, Siccar Point com 8,89% de participação e Dyas com uma participação de 6%. 

Voltar ao Topo