Empregos

800 vagas na área de construção civil para implantação de fábrica no Espírito Santo

O encontro ocorrido nesta quarta-feira, 28, no Palácio Anchieta, em Vitória entre o governador do Estado, Renato Casagrande e a diretoria do Grupo Café Cacique, trouxeram boas notícias para Linhares. Serão gerados mais de 200 empregos diretos e 600 indiretos entre eles na área de construção civil. O estado tem futuro promissor, recentemente o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse que Petrobras vai se transformar, até 2022, numa empresa do ES, RJ e SP.

Segundo informou o governo, a empresa vai construir um empreendimento de café solúvel no município de Linhares. Com investimento de aproximadamente R$ 300 milhões.

A previsão é de que no pico da obra sejam necessários 300 trabalhadores. As oportunidades serão para os cargos de pedreiro, mestre de obras, carpinteiros, entre outros.

O anúncio do investimento foi feito há cerca de um ano. Contudo, a pedra fundamental da empresa deve ser lançada no próximo dia 25 de outubro. Já o início das operações está previsto para o início de 2021.

O CEO da companhia, Júlio Cesar Grassano, informou que a empresa em atividade vai gerar 235 empregos diretos e 600 indiretos, sendo necessário a contratação de outros cargos como, mecânicos e eletricistas. “Ao começar a operação, serão necessários profissionais técnicos”, destacou.

Segundo o secretário de desenvolvimento de Linhares, Luiz fernando Lorenzoni, a mão de obra local será priorizada e a seleção dos candidatos para as obras de contrução civil da fábrica ocorrerá pelo Sine, um pouco antes do início das obras.

“Estamos trabalhando para diversificar a economia do município para depender cada vez menos dos recursos dos royalties do petróleo. Esse recurso deverá ser usado somente em infraestrutura” explicou o secretário.

O governador destacou a importância da instalação de grandes empresas e a geração de empregos no Estado. “O maior problema deste país é a desigualdade e a forma de enfrentar esse desafio é com a geração de empregos, com oportunidades. Ter empresas se instalando em nosso Estado aumenta a renda das famílias e torna o Espírito Santo mais justo, mais igual e mais competitivo”, disse Casagrande.

Voltar ao Topo